segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

O vintage e o retrô

Duas palavrinhas que se confundem e que fazem parte de uma estética de tempos antigos, seja na moda, na decoração, na arquitetura, na música ou no cinema: retrô e vintage. Você sabe o significado de cada uma?

Vintage é tudo o que é antigo de fato e continua fazendo bonito até hoje. Por exemplo, aquela bolsa de um passado bem distante, que foi da sua avó, que a sua mãe usou e que hoje você usa. É uma peça antiga, produzida em uma outra época, que está em ótimo estado de conservação e pode perfeitamente ser usada hoje, com muito estilo! Aquele telefone da década de 70, com um disco no lugar das teclas e que hoje divide espaço com seus móveis atuais, também é vintage. É um objeto original de décadas passadas.

1955
1971

1957

Já aquele telefone de disco, que está na vitrine daquela loja que vende produtos novos e modernos - como eu vi durante essa semana -, é uma peça retrô, ou seja,  é inspirada nos telefones antigos, mas é novinha em folha, fabricada nos dias atuais. Da mesma forma,  a saia midi, o sapato oxford e o casaqueto também são peças em estilo retrô.


Jamie Beck, fotógrafa americana adepta do estilo retrô
 
Campanha Louis Vuitton Outono/Inverno 2010
 
Se até algum tempo atrás as peças vintage eram usadas apenas por aquelas pessoas de visual diferenciado e fãs do estilo antigo de se vestir, hoje elas são objeto de desejo de fashionistas e mulheres que vestem roupas contemporâneas, mas gostam de complementar o look com alguma peça antiga. Alguns objetos antigos são cultuados pelos aficionados do vintage como peças decorativas, como as máquinas de escrever (aquelas que exigiam curso de datilografia para se manejá-las de forma eficiente) e as penteadeiras.

Móveis de design antigo com uma cor inusitada 
Editorial de Maio de 2012 da Marie Claire US 
O que se vê  hoje, é uma referência do passado sendo usada com elementos atuais. Uma peça de roupa atual pode ter um visual antigo, mas não precisa ter cara de vovó. Pode ser mesclada a uma tendência atual, uma cor que irá dar um toque de modernidade ao look.



Julia Petit: expert em montar looks de inspiração retrô ultra modernos



Imagens: reprodução.


 

domingo, 25 de novembro de 2012

Azul e branco em editorial elegante

 High Society, belíssimo editorial antigo, todo em azul e branco, fotografado por Pasquale Abbattista para a Elle alemã.
 
 











Imagens: Dust Jacket .

terça-feira, 30 de outubro de 2012

O que é elegância?

Almejada por muitos, admirada por todos e presente em poucos, a elegância é uma preciosidade. Do latim eligere (escolher), elegância é sabe escolher. Mas o que exatamente significa isso, saber fazer escolhas? Quer dizer vestir-se bem? Ter boas maneiras?
 
As pessoas costumam associar elegância ao bom gosto na escolha de roupas e acessórios. Mas elegância vai além da aparência externa. Tente se lembrar de alguém que você considera elegante. O que faz com que essa pessoa, na sua opinião, seja elegante? Provavelmente tem a ver com a maneira como ele ou ela se comporta, como age no trato com as pessoas, como se faz presente de forma delicada e agradável . Vestir-se de maneira adequada, saber utilizar o bom senso na hora de compor o look, isso conta ponto no quesito elegância, sim. Mas não é suficiente para garantir que alguém seja elegante.
 
Costanza Pascolato, personalidade conhecida por sua elegância, afirma que elegância "tem muito mais a ver com aprimoramento pessoal do que com aparência" e depende de um aprendizado contínuo. Para ela, ser educado(a), utilizar as famosas palavrinhas mágicas - bom dia, por favor, obrigado e com licença - ajuda a "fazer das relações humanas experiências mais agradáveis".
 
Elegância, sobretudo nos tempos atuais, é fundamental. É escutar o outro, ser discreto(a), é saber se adequar a diferentes situações e ambientes, é ter respeito pelo próximo. Como já disse Danuza Leão, em seu livro Na sala com Danuza:
 
" Não se preocupe com a moda.
Mas seja obsessiva com a elegância."
 
Costanza Pascolato:sinônimo de elegância no mundo da moda

Diana: elegância e dedicação às causas humanitárias  

 
Maria Fernanda Cândido: discrição e classe no jeito de ser 
 
Patrícia Poeta: referência em elegância, profissionalismo e simpatia
 
Imagens: reprodução - colagens feitas por mim.

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Nessa semana, que tal...

Mais uma semana se inicia. Entra semana e sai semana, e a gente acaba cedendo aos apelos da rotina. A vida é corrida e quando nos damos conta percebemos que estamos fazendo sempre as mesmas coisas, dedicando pouco tempo pra nós mesmas e para as pessoas que a gente ama. Você já parou para pensar nisso?
Minha proposta para você, nessa semana, é incluir pequenas ações que poderão lhe dar prazer, dando-lhe um novo gás para enfrentar a correria dos seus dias e acrescentando mais qualidade ao seu estilo de vida.
Portanto, nessa semana, que tal...
1- ficar próxima de pessoas honestas e positivas. Conviver com pessoas que nos inspiram faz com que a vida seja mais leve e que acreditemos mais no ser humano.
2- usar uma nova cor ou uma combinação de cores que você nunca experimentou. Amarelo com vermelho, coral com turquesa; você decide! 
    
3- ligar para aquele(a) amigo(a) com quem você não conversa há tempos, mas que mora no seu coração.
4- separar uma horinha do seu tempo para ler a sua revista favorita, o livro que você adora ou aquele blog interessante.

5- aventurar-se na cozinha: compre os ingredientes e prepare aquele prato ou aquela sobremesa que você tanto gosta. Não tem a receita? Faça uma busca no Google.

6- dizer a quem você ama  - seja um(a) companheiro(a), um familiar, um(a) amigo(a)  - o quanto ele(a) é importante para você. Amar e ser amado é muito bom e isso fará bem tanto para você quanto para quem ouvir a sua declaração. 
7- criar coragem e dar aquela arrumação que vem sendo adiada há tempos, seja no armário, na gaveta ou na estante. O processo pode ser chato, mas ao final dele você se sentirá leve, com a sensação de dever cumprido.

Sete sugestões; uma para cada dia da semana! Faltou alguma coisa? Crie a sua própria lista, de acordo com as suas necessidades e desfrute de cada dia!
Uma ótima semana para você!
Imagens: reprodução.

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Experientes e cheias de estilo!



Ruth, aos 101 anos de idade!
A expectativa de vida aumentou, a população envelheceu e os que passaram dos 60,70 ou 80 anos não são mais como aqueles que estavam nas mesmas faixas etárias há até poucas décadas atrás. Esse fato não é novidade para ninguém e eu já comentei sobre isso aqui no blog. Novidade mesmo é perceber, com alegria, que o mundo fashion vem valorizando e respeitando cada vez mais aqueles que já entraram na terceira idade e que cultivam  um estilo de vida saudável, mantendo-se intelectualmente e socialmente ativos, trazendo em sua bagagem muito mais do que rugas e cabelos brancos. Trazem muita história e experiência de vida.

Algumas grifes começaram a perceber que seus clientes são pessoas acima dos 40 anos. Em 2009, Marc Jacobs chamou Elle MacPherson, que já havia passado dos 45 anos na época, para desfilar na sua passarela. No Brasil, Ronaldo Fraga também já convidou homens e mulheres da terceira idade para a sua coleção de inverno 2009.





Entre os blogs de street style - cujo foco está na população jovem - existe um que só fotografa looks de pessoas  maduras. É o Advanced Style, que mostra pessoas estilosas de idade avançada.




No mundo da moda, uma boa representante desse grupo que trabalha, pratica uma atividade física e mantém uma rotina ativa é a elegante Costanza Pascolato, que já foi clicada por fotógrafos de street style como Scott  Schuman ( The Sartorialist ) e Garance Doré.







E o que dizer de Iris Apfel, 91 anos,  que virou ícone da moda depois dos 80 anos? Jimmy Choo criou um sapato inspirado nela, no valor de US$ 1.500, sobre o qual ela comentou: "Inspirar um sapato caro é muito lisonjeiro. Mas só poderia usar  um salto de mais de 10 cm se me dessem junto um médico ortopedista". Quer ler mais sobre ela? Veja essa reportagem aqui.








A idade certamente tem suas limitações. Mas encarar a vida com estilo, sabedoria e bom humor...  para isso não há limites!

Imagens: Advanced Style, Garance Doré, reprodução.

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Sobreposição : estilo em camadas

Quem viaja para outro país no período do inverno já sabe: uma das dicas é vestir-se em camadas, para enfrentar tanto o frio rigoroso ao ar livre quanto o calor da calefação dos ambientes internos. Mas a sobreposição não é exclusividade dos estrangeiros e nem é uma solução apenas para os países gelados.
Aqui em terras tupiniquins também é possível lançar mão da sobreposição para criar looks incríveis e originais no seu dia a dia! Quer algumas razões e dicas para se arriscar na sobreposição? Então vamos lá:

- ela te possibilita fazer um novo uso das peças que você já tem no seu armário, o que irá resultar em produções inéditas, talvez nunca antes experimentadas por você;
- além de fazer com que você olhe de um novo jeito para algumas peças das quais você estava cansada, dando um novo motivo para que você as use, a sobreposição ainda te ajuda a economizar;
- permite que você use algumas peças do verão em pleno inverno, como por exemplo um vestido t(tomara-que-caia, de alcinha ou manga curta) com uma blusa de mangas compridas por baixo e um casaco por cima;
- os coletes são uma boa opção , como os de estilo militar ou os de pelo, que podem ser usados sobre uma jaqueta, dando um ar bem moderno;
- você pode brincar com o contraste de comprimentos e cores;
- as blusas justas - lisas ou com listras finas - funcionam bem na sobreposição;
- peças com manga 3/4 também ficam interessantes sobre outra de manga comprida;
- por agregar volume ao look, fique atenta ao seu tipo de corpo e invista apenas em produções que irão favorecê-la (a lã exige um cuidado especial, pelo volume que traz);
- não misture muitas peças sem critério, pois isso pode criar um visual confuso e fazer com que você pareça desarrumada.
  


Dadas as dicas, que tal ir para a frente do espelho e fazer uma experiência? Veja o que lhe cai bem e use sem medo!
Imagens: Atlantic-Pacific, Ana Clara Garmendia, Look do Dia, Elle, Tumblr, WWD

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Colar da Zara: caí de amores!



Certamente já aconteceu com você: um dia, por acaso, você vê uma peça e cai de amores por ela! Isso não acontece frequentemente comigo  porque sempre tenho aquela perguntinha que nunca quer calar - "Eu preciso mesmo disso?" -; mas como qualquer mulher, não estou imune a esses impulsos cheios de paixão.

Isso aconteceu quando vi em algum lugar esse cordão incrível da Zara! Assim que bati o olho nele, vi que ele iria fazer diferença entre os meus acessórios.






Imagens: meu blog e meu Instagram.



quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Jaqueta de couro: use e abuse!

Leather jacket inspiration



Quando o frio chega e bate aquele ventinho, ela é a opção perfeita; que o digam os motoqueiros, sempre expostos ao vento frio. Mas não é preciso estar sobre uma moto para incorporar ao seu dia a dia a jaqueta de couro. Ela é perfeita para o nosso inverno ameno, aceita coordenações variadas - com calça, saia, vestido e até short - e pode dar um ar de rebeldia ao mais sério dos looks.


 

 
A primeira jaqueta, a Perfecto, foi criada na década de 20 para proteger os motociclistas, mas continua atual até hoje. A partir dos anos 50, ela ficou associada à rebeldia e aos "bad boys". Marlon Brando, James Dean, Elvis Presley e outros astros do cinema e roqueiros contribuíram para a popularização do uso da jaqueta de couro. Ao longo do tempo ela foi se reinventando, assumindo cores e cortes variados e entrando definitivamente para o closet feminino.


 


Versátil , ela pode ser usada por mulheres de estilos diferentes. Assim, tanto em produções mais clássicas - com uma calça de alfaiataria ou uma saia lápis, por exemplo -, quanto em looks com peças básicas como jeans e camiseta, ou ainda em coordenações de pegada rock and roll, no mais puro estilo rebelde; de qualquer jeito ficará bonita.
 


 
Se você quiser sair um pouco da pretinha básica, opte por uma de cor diferente, seja ela neutra ou vibrante. Se preferir a de cor preta mesmo, você pode investir em peças de cores fortes, para criar um look diferente . Mas se você faz a linha monocromática, não se preocupe; ficará linda também!
 
 
 



Enfim, a jaqueta de couro é uma peça importante do guarda-roupa. É útil, bonita, enfeita e protege mulheres de todas as idades. Escolha uma básica, de um modelo que não fique datado e você irá usá-la por vários anos da sua vida!


 


 
 
Imagens: reprodução.